O melhor do cinema francês contemporâneo está de regresso ao Museu de Portimão

auditoriomuseuptm 1117x446px
 

Sessões gratuitas na última quinta-feira de cada mês.

O Museu de Portimão volta a mostrar o que de melhor produzem os realizadores gauleses, através da terceira edição da iniciativa “Filme Francês do Mês”, que está de regresso à cidade no dia 28 de outubro e se prolongará até junho do próximo ano, sempre com entrada gratuita.

Promovido conjuntamente entre a Alliance Française do Algarve e o Grupo dos Amigos do Museu de Portimão (GAMP), este ciclo de cinema francês, além de divulgar junto do público algarvio os grandes êxitos cinematográficos na língua de Molière, também se destina a atrair os muitos franceses que, cada vez mais, vivem ou passam férias no Algarve, permitindo-lhes em contraponto conhecer a história e o património regionais.

A primeira película deste novo ciclo intitula-se “Damien veut changer le Monde”, foi realizada por Xavier de Choudens em 2018 e será exibida a 28 de outubro, a partir das 21h00, no auditório do Museu de Portimão.

Esta comédia, com a duração de 1h39 minutos, aborda a vida de Damien e da sua irmã, que tiveram uma infância feliz, embalados pela defesa de causas que caracterizavam o quotidiano dos pais, embora o militantismo se tenha extinguido com a morte da mãe.

Duas décadas mais tarde, quando Damien trabalha como educador numa escola primária, a iminente expulsão de um dos seus alunos convence a sua família e amigos a acompanhá-lo num novo combate. Irão infringir a lei e rapidamente perderão o controlo dos acontecimentos.

Todos os filmes são exibidos na última quinta-feira do mês e em versão original francesa, com legendas em português, nas seguintes datas: 25 de novembro – “Hippocrate”, de Thomas Lilti; 27 de janeiro de 2022 – “Énorme”, de Sophie Letourneur; 24 de fevereiro – "Marche ou Crève” de Tatiana-Margaux Bonhomme; 31 de março – “De Gaulle”, de Gabriel Le Bomin; 28 de abril – “Les Éblouis”, de Sarah Suco; 26 de maio - “Tout ce qu'il me reste de la révolution”, de Judith Davis; e 30 de junho – “Un beau voyou”, de Lucas Bernard.

A Alliance Française do Algarve, cuja sede se localiza em Faro, é uma associação de direito privado cujo objeto é a divulgação da língua e da cultura francesa, fazendo parte das suas atividades o ensino da língua portuguesa para francófonos, além da realização de exames de francês e traduções, entre outras ações.

Em março de 2018, a entidade decidiu alargar a sua presença ao barlavento algarvio e estabeleceu um protocolo de parceria com o GAMP, visando estreitar os laços amigáveis e culturais com o tecido associativo local, graças aos quais o ciclo “Filme Francês do Mês” começou a ter lugar em Portimão, ao mesmo tempo que promove aulas de português para francófonos residentes no concelho, através de uma parceria estabelecida com a Junta de Freguesia de Portimão.


                                                                                                                                      logoCmp



@2018 - Sítio oficial do Museu de Portimão. Todos os direitos reservados.