Monumentos Megalíticos de Alcalar são palco do concerto noturno e mágico


25 de junho – 21h30

“Da Pré-História à Lua Nova” é o título do espetáculo noturno que o Grupo Coral Adágio vai interpretar a partir das 21h30 do próximo sábado, 25 de junho, nos monumentos megalíticos de Alcalar, freguesia da Mexilhoeira Grande, com entrada gratuita.

Neste lugar ancestral, junto aos túmulos com cinco milénios de história e sob a luz do luar, o maestro António Pereira dirigirá o Coral Adágio, que vai executar a obra romântica “Requiem Op.48”, de Gabriel Fauré, justamente em frente ao complexo funerário pré-histórico de Alcalar.

Com este concerto, que conta com o apoio da Câmara Municipal através do Museu de Portimão, o Grupo Coral Adágio pretende evocar através da música aqueles que são apenas recordados nos museus e nos livros de história, mas que existiram, tão iguais e reais como nós.

Nesse âmbito, vai ser um espetáculo diferente, ao desafiar os espetadores a abarcarem um arco temporal de cinco mil anos, num ato puramente romântico, conciliando o culto da morte com a vida, de uma forma que só a arte tem a capacidade de concretizar.

Criado em setembro de 1989 na cidade de Portimão, o Grupo Coral Adágio tem atualmente cerca de três dezenas de elementos, sendo seu diretor artístico o maestro portimonense António Alves Alferes Pereira.

Desde a primeira hora, o principal objetivo da instituição sempre foi divulgar a música coral de qualidade, através de um repertório variado, que inclui peças da Renascença à atualidade e da polifonia sacra aos espirituais negros, passando pela música popular, tanto portuguesa, como de outros países.

 


                                                                                                                                      logoCmp



@2018 - Sítio oficial do Museu de Portimão. Todos os direitos reservados.